Lily Allen revela que Chris Martin lhe ajudou quando ela abusou das drogas

Lily Allen Chris Martin
(FOTO: Reprodução)

Numa entrevista para o jornal The Guardian, a cantora Lily Allen revelou que Chris Martin, vocalista da banda Coldplay, lhe ajudou num incidente causado por seu vício em drogas.

O episódio aconteceu na época da Sheezus Tour da cantora no ano de 2014, na região de Malibu. Chris Martin e sua esposa na época, Gwyneth Paltrow, ficaram preocupados depois de um episódio onde Lily Allen ficou inconsciente após atacar Orlando Bloom em uma festa de Halloween promovida por Kate Hudson. O vocalista do Coldplay levou a cantora britânica embora da festa e até sua própria casa em Malibu.

“Eu fui até a casa de Gwyneth em Malibu para o almoço”, disse ela. “E eles têm esse incrível jardim que vai do alto da falésia até o mar. Chris estava tão cheio de energia, ele me pegou e disse: ‘Vamos lá! Eu quero levá-la para uma caminhada’. Eu fiquei tipo ‘ok’. Ele é muito gentil por ter usado seu tempo para isso”, disse.

VEJA TAMBÉM: Ludmilla é vítima de fake news em notícia envolvendo Jair Bolsonaro

Na época, Lily Allen estava sofrendo tentando conciliar sua carreira musical com a maternidade e acabou rendendo diversas notícias por causa do suposto abuso de drogas. Ela já revelou que sofreu de depressão pós-parto e esteve com acompanhantes sexuais femininas para lidar com o fim do casamento.

“A dicotomia entre voltar a trabalhar como artista pop e ser mãe de duas crianças muito novas não era algo que eu pudesse pensar com objetividade”, escreve ela em sua biografia. “Estava bem dentro de mim. Era minha realidade diária e eu achei ofuscando”.

Lily Allen revela que saiu com prostitutas em fase conturbada da carreira

A cantora britânica Lily Allen confessou recentemente no seu perfil do Instagram que fez sexo com prostitutas durante a turnê em 2014, para promover o álbum Sheezus. A revelação será mencionada em sua autobiografia My Thoughts Exacly, que tem previsão de lançamento para este mês.

Na publicação, Allen aparece em uma foto de si mesma e explica que recebeu uma mensagem de um jornal com a intenção de publicar uma reportagem sobre isso. “No meu livro ‘My Thoughts Exactly’ eu conto algumas coisas dos meus dias sombrios, em torno da era Sheezus“, escreveu ela.

VEJA TAMBÉM: Paul McCartney revela ter visto Deus após usar droga alucinógena

“Eu dormi com prostitutas quando estava em turnê, porque estava perdida e solitária e procurando por algo. Eu não estou orgulhosa, mas não estou envergonhada. Eu não faço mais isso. O Mail [jornal] vai aparecer com a história amanhã porque alguém vazou, e eles são obrigados a fazer parecer pior do que foi”, completou.

Em entrevista recente Lily Allen afirmou que esse período de sua vida foi bastante conturbado. “Eu estava fazendo mal o meu trabalho. Eu acordava no meu ônibus de turnê no meio do Wisconsin ou qualquer outro lugar desses e sempre de ressaca. Eu traía meu marido”, afirmou. “Eu perdi meu senso de realidade. Perdi minha identidade. E eu era uma péssima mãe”.

Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, Lily estava enfrentando uma depressão pós-parto na época e lidava também problemas em seu casamento com Sam Cooper, de quem se divorciaria em 2016. A autobiografia de Lily Allen será lançada no dia 20 de setembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here