Divisão da herança de Mr. Catra entre esposas e 32 filhos será complicada

mr catra

A Justiça brasileira vai ter um tremendo trabalho para calcular a divisão da herança do funkeiro Mr. Catra, morto no último domingo, aos 49 anos, devido a um câncer. O artista, como se sabe, era adepto do poliamor e era pai de 32 filhos e filhas, mantendo relacionamentos com três mulheres ao mesmo tempo.

De acordo com a lei, somente a esposa de Catra, Sílvia Regina Alves, teria direito a uma parte dos bens, juntamente com os filhos do músico. As outras duas companheiras não entrariam na conta final da divisão de bens.

VEJA TAMBÉM: Ex-namorado de Ariana Grande escreveu testamento antes de morrer

Entre os 32 filhos, há biológicos e de criação, segundo informações da Folha de São Paulo. Ainda segundo o jornal, Mr. Catra nunca admitiu que fossem feitas distinções entre os filhos. Um amigo do funkeiro ouvido pelo jornal revelou que fez um trabalho com Mr. Catra, no ano de 2000, que renderia ao artista R$ 7 mil em cachê, mas o funkeiro nunca chegou a emitir nota fiscal para receber os valores. O reconhecimento do poliamor para fins sucessórios, ainda não acontece pela Justiça brasileira.

Os juízes brasileiros ainda não reconhecem a prática, que culturalmente ainda é considerada um tabu sendo vista com preconceito no país. Ainda segundo a reportagem da Folha, nos últimos anos, ao serem confrontados com casos de herança envolvendo poliamor, os juízes brasileiros tenderam a considerar apenas um companheiro (a), preterindo a poligamia em suas decisões. A família de Mr. Catra não comentou oficialmente a questão da herança do cantor.

As três esposas, os trinta e dois filhos e os quatro netos de Mr. Catra terão ainda que se sustentar financeiramente após a morte do funkeiro. Apesar do sucesso do cantor a frente das vendas de faixas, álbuns e ingressos de shows, sua herança será mínima.

VEJA TAMBÉM: Irmão de Ariana Grande faz homenagem emocionante a Mac Miller

Segundo informações do jornal Extra, Mr. Catra não teria deixado grandes bens para serem administrados por sua família. O cantor não tinha pretensões de ostentar muito em vida, além de ter gasto boa parte de seu dinheiro no tratamento no exterior contra o câncer. Nem mesmo um imóvel próprio foi deixado pelo artista. As duas residências mantidas por Mr. Catra, uma no Rio de Janeiro e outra em Mogi das Cruzes, no interior paulista, eram alugadas.

Agora seus 32 filhos e as três mulheres poderão contar com os direitos autorais de suas músicas para manter as contas em dia. Vale lembrar que alguns dos filhos do cantor são menores de idade e não podem trabalhar. A mais antiga das esposas do músico, Silvia, contou ao Extra que várias músicas inéditas de Catra estão gravadas. Ela aproveitou para fazer um pedido aos fãs do cantor clamando para que eles mantenham a carreira do funkeira viva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here